Estátua da Liberdade Nova Iorque

Continuando a tarefa de pesquisar sobre os locais de Nova Iorque a visitar na próxima viagem, já aqui falei da Ponte de Brooklyn, Central Park e um pequeno resumo do mapa do estadoHoje a escolha recai sobre a icónica estátua da liberdade.

Estátua da Liberdade é um dos monumentos mais visitados de Nova Iorque sendo considerada Património Mundial da UNESCO desde 2007, é também uma das Sete Novas Maravilhas do Mundo.

 O significado desta estátua é tão simples e verdadeira, quanto isto: a liberdade esclarece o mundo.

Estátua da Liberdade Nova Iorque

Estátua da Liberdade, Nova Iorque

Localizada na pequena ilha na entrada do porto de Nova Iorque, a Liberty Island (ilha da Liberdade), a Estátua da Liberdade foi um presente que os franceses deram aos americanos por terem vencido uma batalha contra os ingleses.

Ela foi projetada e construída em França pelo escultor Frederic-Auguste Bartholdi, numa estrutura projetada por Eugene Emmanuel Viollet-le-Duc e Alexandre-Gustave Eiffel (o mesmo que projetou a Torre Eiffel).

A inspiração para o rosto da mulher a ser representada na estátua teria vindo da mãe do escultor Frederic-Auguste Bartholdi.

Símbolos da maçonaria (como a tocha e o livro na mão esquerda) foram incorporados no projeto de Frederic, o que sugere que o mesmo fosse maçon.



A estátua foi concluída em julho de 1884. Após ser desmontada em 350 peças, e embalada em 214 caixas, foi colocada a bordo da fragata francesa Isere, que a transportou até os Estados Unidos. Chegou a Nova Iorque um ano depois, em 1885.

A Estátua da Liberdade foi inaugurada pelo então presidente norte-americano Grover Cleveland, no dia 28 de outubro de 1886.

A Estátua da Liberdade era a primeira coisa avistada pelos milhares de imigrantes que chegavam a Nova Iorque. Ficavam em Ellis Island até lhes ser dada autorização para entrarem em Manhattan. Agora, em Ellis Island está o Museu da Imigração. Entre 1892 e 1954, entraram 12 milhões de imigrantes nos Estados Unidos.

Curiosidades

As medidas são impressionantes: 93 metros de altura, sendo que o pedestal em que ela está tem quase metade disso, e pesa umas incríveis 160 toneladas; ocupa uma área de 49 mil metros quadrados. Outros números curiosos: o nariz dela mede 1,37 metros e o dedo indicador 2,5 metros.

Para chegar até o topo, são 354 degraus, o equivalente a 22 andares.

O fogo da tocha erguida pela mulher representa a liberdade do povo, assim como a própria estátua. Na coroa existem 25 janelas (que simbolizam as jóias encontradas naquelas terras) e 7 raios (que representam os sete continentes e os sete mares do mundo). Na sua mão esquerda segura uma tábua, na qual está escrita: 4 de Julho de 1776, em algarismos romanos, data independência dos EUA.

Sabiam que existem réplicas da Estátua da Liberdade em Paris?

Sim, ao todo são cinco.

Em 1889 foi a vez dos norte-americanos devolverem a gentileza. Para comemorar os 100 anos da Revolução Francesa, a comunidade estadunidense em Paris ofereceu à cidade uma réplica em bronze, de 22 metros de altura, da famosa estátua.

Ela foi instalada na Île aux Cygnes (Ilha dos Cisnes), uma ilha artificial construída no rio Sena entre o 15° e o 16° arrondissements de Paris. Inicialmente a estátua estava voltada para leste mas, em 1937, sua orientação foi modificada e hoje ela olha em direção à Nova York.

Um fato curioso é que, apesar do objetivo do presente ter sido a comemoração do centenário da Revolução Francesa, a estátua não foi inaugurada no dia 14 de julho de 1889 e sim no 4 de julho, dia da Independência Americana.

 

As restantes encontram-se nos seguintes locais de Paris:

  • No Museu Orsay
  • No Jardim Luxemburgo
  • No Museu des Arts et Métiers
  • Na Place d’Alma

Como visitar

Para visitar a estátua, e a ilha onde está colocada, tem de comprar um bilhete que inclui o transporte do ferry boat e a passagem e visita também em Ellis Island. São ambos locais que transmitem uma autêntica lição de história, fazendo com que sejam de visita obrigatória. 

Para evitar filas, o nosso conselho é chegar ao Battery Park de manhã bem cedo, exatamente quando começam a vender os ingressos, ou comprar online com antecedência.

Se chegar a partir das 10h, prepare-se para fila para apanhar o barco.

Uma experiência a ter em conta será certamente a subida ao mirante da coroa. No dia 4 de julho de 2009, coincidindo com o dia da Independência dos Estados Unidos (data muito importante para a Estátua da Liberdade), o mirante da coroa foi reaberto ao público, já que desde os atentados de 11 de setembro era proibido subir.

Para conseguir subir ao mirante é necessário comprar os ingressos pela internet com semanas de antecedência, pois do contrário será impossível. Para subir se formam grupos de dez pessoas com um limite de 30 visitantes por hora. 

Por outro lado, reserve tempo suficiente e não desaproveite a oportunidade de visitar Ellis Island, a paragem seguinte do ferry, depois de Liberty Island.

O cartão New York Pass permite a entrada gratuita no ferry para Ellis Island e a Ilha da Liberdade 

mais informações aqui

 

Comentários

comments

Comentários:

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.